quinta-feira, fevereiro 05, 2009

foto memória # 150 - Das recolhas fotográficas às recolhas fonográficas

Por manifesta falta de tempo e empenhamento noutros projectos pessoais, este espaço de homenagem sincera à freguesia de Alvoco das Várzeas tem estado um pouco parado, não querendo com isto dizer que morreu. Não! Nada disso! Apenas está moribundo, se quiserem.
No entanto, as fotos falam por si e aqui continuarão à disposição de todos. Este é um espelho de Alvoco que, penso, lhe refelcte a alma...
Outro espelho que agora decidi criar, tendo em conta um trabalho que venho desenvolvendo desde Outubro de 2008, que pode ser apreciado em www.luisantero.synthasite.com, é o das recolhas fonográficas desta bonita freguesia, ou seja, sons e ambientes de Alvoco das Várzeas e Parente (e toda a área envolvente, claro).
Creio que será um projecto de alguma relevância, uma vez que permitirá preservar e divulgar um legado sonoro colectivo ou memória colectiva em termos sonoros, se quiserem, única e insubstituível (todas as aldeias têm o seu som, o seu ambiente sonoro).
Sons de Alvoco (assim se chama o dito) vai estar alojado em site próprio com o endereço www.sonsdealvoco.synthasite.com e espero, sinceramente, que seja do vosso agrado.
Passem por lá e comentem aqui, neste blog irmão, para que ele não morra de vez...
:)
Um abraço!

Luís Antero

14 comentários:

Tozé Franco disse...

Lá irei.
Um abraço e felicidades para o nove projecto.

luís antero disse...

obrigado caro Tozé. forte abraço tb para si. :)

ruinunesfigueiredo disse...

Surpreendente...
Andava à procura de novas fotos neste teu blog, quando vejo o teu post e este me transporta para algo admirável não só na sua concepção mas principalmente na sua essência,na ideia original.
Parabéns e tenho a certeza de estes "Sons de Alvoco" vão ecoar longe...
Abraço

luís antero disse...

grande Rui,
muito obrigado pelas tuas simpáticas palavras. passa por lá sempre que quiseres. em www.luisantero.synthasite.com, a plataforma de recolhas fonográficas da região, tens sons que te são ainda + próximos e decerto familiares. grande abraço.

ramiro disse...

lá irei meu amigo
aquele grande abraço

Andre Correia disse...

Este blog assim como alvoco nao pode morrer!!! Temos sim é de agradecer a pessoas como tu por fazerem com que as coisas andem para a frente e nao estagnem, isso sim! grande Antero abraços alvocenses :)

marco disse...

parabens pelo trabalho desenvolvido, por dar a conhecer ao mundo esta terra espetacular.

luís antero disse...

obrigado andré e marco pelo apoio prestado. visitem o sons de alvoco - www.sonsdealvoco.yolasite.com - o espírito é o mesmo, mas ao nível sonoro. ovelhas, água, sino, gatos e o zé gonçalves...
abraços,
;)

Anónimo disse...

hola estou radicado em caracas venezuela a muitos anos. meus avos (ja falecidos) eram de alvoco de varzeas ou serra ...?.....
falavam muito de uma senhora d.branquinha que tinha muitos sobrinhos. so me lembro do jaiminho que foi para a suisse, poderas darme noticias e algum contato.
foi por sorte encontrar este site. vou vendo. gracias
Jon da Silva

Anónimo disse...

meu avuelo chamasse joao silva e minha avuela Maria dos Anjos e serviu na casa grande de d.carolina antunes.
Joan Da Silva

luís antero disse...

hola Jon ;)
sim, de facto os seus avós eram de alvoco das várzeas. a saudosa D. Branquinha, falecida a alguns anos, era de facto tia do Jaiminho e do Bernardo. O Jaime está na Suiça e o Bernardo em Lisboa.
tenho o contacto de ambos e em breve lhos enviarei.

entretanto, se quiser ouvir alvoco, vá a este site: www.sonsdealvoco.yolasite.com

abraços de alvoco

Anónimo disse...

hola señor luis
Mi abuela también me contó de las sobrinas y Antoninho! Mi padre estaba en angola con el sobrino de d.branquinha.me patos hablar y trajo pasar por debajo de la casa. todavía existen? tiene fotos? y la gran casa del dr. josé antunes?
¿Hay algún periódico local, puede comprobar
gracias
joanj

Paulo disse...

olà luis tudo bem? vou deixar està mensagem da parte do jaiminho para o Sr.Jon da Silva.Joan as suas palavras vao direito ao meu coraçao...Atravès do Paulo,irmao do Luis Antero,vou procurar entrar em contacto consigo.Sou de facto,o Jaiminho ,sobrinho e afilhado da saudosa e muito querida D.Branquinha.felicito-o pela sua "memória".
A casa e a levada ainda existem!...os patinhos da D.Branquinha, certamente o vento e as àguas limpidas do rio Alvôco os levou...A "casa de baixo" do meu Ex.mo e saudoso "tio" Dr. José Antunes, pai da D.Luzinha, também continua a ser uma casa emblemàtica de Alvôco.A "casa de cima" da Ex.ma e saudosa "tia" D.Carolina, acaba de ser restaurada, salvo erro, por uma das suas netas.Por, hoje, é tudo...Aqui fica o meu muito sincero "bem-haja". Jaime Leitão, aliàs, "Jaiminho".

Anónimo disse...

momentos passados e tambem a esperanca de revivermos outros e bons momentos. continua... nota:Ja pensaste fazer alguma exposicao de fotografia pelo nosso pais ou pela europa ao mesmo tempo divolvagas as tuas fotogrfias e tambem as historias usos e costumes da nossa terra ;sabes men tuda a gente tem internet e que tambem adorariam ver este teu trabalho magenifico da nossa aldeia encantada. lucia silva luxemburgo